Como praticar o Ho’oponopono da Identidade Própria

O intelecto não dispõe dos recursos para resolver problemas, ele só pode manejá-los. E manejar não resolve problemas

Ao fazer o Ho’oponopono você pede a Deus, a Divindade, o Universo, o Tudo que Há, a Força Superior (conforme você concebe e entende essa Força) para limpar, purificar a origem destes problemas, que são as recordações e as
memórias. Você assim neutraliza a energia que você associa à determinada pessoa, lugar ou coisa. No processo, essa energia é libertada e transmutada em pura luz pela Divindade. E dentro de você o espaço que foi liberado é preenchido pela luz da Divindade. Então, no Ho’oponopono não há culpa, não é necessário reviver sofrimento, não importa saber o porquê do problema, de quem é a culpa ou a sua origem.

No momento que você nota dentro de si algum incômodo em relação a uma pessoa, ou lugar, acontecimento ou coisa, inicie o processo de limpeza, peça a Deus:

“Divindade, limpe em mim o que está contribuindo para este problema.”

Então use as frases desta sequência: “Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato.” várias vezes, você pode destacar uma que lhe toca mais naquele momento e repetí-la. Deixe sua intuição guiá-lo.

•  Quando você diz “Sinto muito” você reconhece que algo (não importa se saber o quê) penetrou no seu sistema corpo/mente. Você quer o perdão interior pelo que lhe trouxe aquilo.

•  Ao dizer “Me perdoe” você não está pedindo a Deus para o perdoar, você está pedindo a Deus para o ajudar a SE perdoar.

•   “Te amo” transmuta a energia bloqueada (que é o problema) em energia fluindo, religa você ao Divino. Ela contém os três elementos que podem transformar qualquer coisa: gratidãoreverênciatransmutação.

•  “Sou grato” é a sua expressão de gratidão, sua fé que tudo será resolvido para o bem maior de todos envolvidos.

A partir deste momento o que acontece a seguir é determinado pela Divindade, você pode ser inspirado a tomar alguma ação, qualquer que seja, ou não. Se continuar uma dúvida, continue o processo de limpeza e logo terás a resposta quando estiver completamente limpo.

Lembre-se sempre que o que você vê de errado no próximo também existe em você, pois  SOMOS TODOS UM. Portanto, toda cura é auto-cura. Na medida em que você melhora, o mundo também melhora. Assuma essa responsabilidade. Ninguém mais precisa fazer este processo, só você.

Quanto ao direcionamento de um “pedido” para resolver um problema específico, a princípio não é necessário.

Muitas vezes a intenção de mudar uma condição desagradável piora a situação por energizá-la ainda mais com a atenção dada. A vontade de mudar reforça a condição atual, a fazendo perdurar por mais tempo. Melhor pedir a Deus para limpar as memórias responsáveis pela ansiedade em relação a determinado problema. A lembrança lhe provoca ansiedade, este sentimento é o elo direto com a memória que causa o problema. Não importa saber o porquê, de onde veio, etc.

Pratique o Ho’oponopono e deixe a Divindade resolver a questão, decidir qual o resultado. Será sempre o melhor.

O mesmo vale para o bloqueio em algumas áreas da vida. Todos nós temos bloqueios. Então, peça a Deus que limpe em si as memórias que compartilhar, limpe em si as memórias que causam os problemas e que transmute-as em pura Luz.

Ho’oponopono – O E-Book. Copyright © 2007, 2008 The Foundation of I, Inc. (Freedom of the Cosmos). P.17. Revisão de Flávia Criss, Mai/2010.

2 comentários sobre “Como praticar o Ho’oponopono da Identidade Própria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s