Bashar – A Vida Não tem Sentido

Achei esse vídeo fantástico!Profundo, diferente mesmo…

Bashar fala sobre o sentido da vida, não em uma palestra, mas em uma produção que parece bem uma gravação mais “caseira” (em Inglês), que foi deletada da obra “Sintonizando” (Tuning in).

Como sempre, vou colocar neste Post os pontos principais do assunto que ele trata, tendo o cuidado de anexar o vídeo logo abaixo, na íntegra, para quem desejar assistir o “mestre”, ok?

Vamos lá então!

Bashar fala que a vida é a nossa vocação, é o nosso jogo, é a nossa criação, e a nossa experiência, e depende de nós.

Não há mistério algum no que ele chama de “ideias da nova era” muito em voga em nosso planeta em que as pessoas afirmam “você cria sua realidade” ou que isso “é uma questão de pensamento, de sentimentos, de crenças, de comportamentos”. Para Bashar, é o mesmo que falar sobre Energia e Física. Novamente ele frisa: o que você oferece  é o que você recebe de volta.

A consciência é o que cria a nossa experiência.

Não existe nenhuma realidade real, empírica ou que nos seja exterior : a única coisa que pode ser “real” é a nossa experiência.

Atualmente, quando  investigamos  nossas crenças mais profundas para nos desbloquermos delas, a ideia de agirmos com alegria — quando quer que ela apareça para nós– ou agirmos com a nossa paixão, em cada oportunidade que tivermos são práticas que também fortalecem nossa habilidade para prosseguirmos naquela direção (de desbloquearmo-nos daquelas crenças limitantes).

Assim a paixão, o excitamento, a alegria, o amor — essas sensações no nosso corpo– a animação em nosso corpo, a sensação de equilíbrio e paz em nosso corpo — são a tradução física que o nosso corpo faz da frequência vibracional que representa o nosso EU verdadeiro, original, central e natural. O EU que na verdade criamos através da nosso ser- criativo.

Todas as vezes que agimos com paixão , estamos fazendo uma afirmação, estabelecendo um compromisso de nos alinhar harmonicamente com a nossa vibração verdadeira, natural e central. E quando estamos “funcionando” e “ficando” neste estado de ser que é representação da nossa vibração verdadeira, natural e central, então o Universo é capaz de apoiar qualquer coisa que seja representativa dessa vibração verdadeira, natural e central.

Porém quando mergulhamos naqueles sistemas de crença que estão desalinhados e fora do compasso em relação ao nosso EU natural,  então sentimos energias como medo,  dúvida, ódio, julgamento de forma negativa, e assim por diante. O Universo então só pode apoiar a vibração que estamos emitindo; e se estamos emitindo essa energia de desalinhamento, o Universo só poderá apresentar para nós oportunidades para continuarmos  fora de alinhamento, já que tudo o que dizemos é propagado e é por isso que nos foi dado o  “livre-arbítrio”. Nós somos os determinates absolutos para todo o tipo de realidade e experiência que temos.

Bashar também frisa que o maior “dom” que recebemos através da  nossa criação é a vida sem sentido.

E ele explica o que quer dizer com isso: nada, nenhuma situação ou circunstância é realmente baseada em algum sentido; elas são “neutras” , sem sentido, são como “suportes” ou  “cavaletes”. Mas o sentido nós é que damos, automaticamente, consciente ou inconscientemente. O significado ou  a definição somos nós quem atribuímos para qualquer dada situação “neutra” e é exatamente isso o que determina o efeito que se realiza a partir daquela situação.

Todas as situações são fundamentalmente “neutras” e dotadas de “mão dupla”: podem criar para nós reflexos positivos ou negativos, que são somente determinados pelo tipo de energia, vibração, atitude,  sistema de crenças e definição que atribuímos àquela situação.

Assim, não importam as intenções do outro em qualquer dada situação, pois vai ser da nossa inteira responsabilidade atribuir um sentido positivo para aquela mesma circunstância, e então só receberemos o efeito positivo daquela situação, não importando o que o outro experiencie.

Tradução e comentários meus (Flávia Criss), Jan/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s