Confia

A confiança implica abrir teu coração, crer em ti mesmo e na abundância do universo.

É saber que o universo te brinda amor, amizade e apoio para teu bem superior. A confiança implica conhecer que fazes parte do processo da criação e crer em tua capacidade de atrair para ti o que desejas.

O universo é um lugar seguro, próspero e amistoso

Quase todos temos dúvidas econômicas — dúvidas de dispor de dinheiro suficiente, de o ter sempre ou de ter a capacidade de atingir os objetivos. Inclusive aos que têm ganhado grandes fortunas lhes preocupam as mesmas dúvidas e se perguntam se a afluência do dinheiro será contínua ou se serão duradouras suas posses. Não te sintas mal por tuas preocupações econômicas, mas tenta superá-las ou seguirás sofrendo-as por muito dinheiro que chegues a ter.

Muitas pessoas pensam no dinheiro basicamente quando a quantidade de que dispõem lhes resulta problemática. As dúvidas e as preocupações a respeito de dinheiro não têm relação alguma com a quantidade que se tem, nem com o tempo dedicado às preocupações em relação à quantidade de dinheiro que se pode criar. Se consegues pensar no dinheiro só quando te sentes seguro de ti mesmo e tranquilo, aumentarás teu magnetismo para o que desejas.

Se o dinheiro preocupa-te, tenta potenciar tua sensação de bem-estar em vez de pensar em tua economia. Em vez de perguntar “Quanto dinheiro preciso hoje?” pergunta-te a ti mesmo “Como posso criar dinheiro hoje?” Quando te centras na criação de dinheiro em vez de em tua necessidade disso, a energia que emites ao universo é enormemente diferente; a segunda magnetiza ao dinheiro, a primeira não.

Se já tens tomado as medidas que te pareceram apropriadas, concentra em outras coisas mas sem deixar de prestar atenção a tuas mensagens internas referentes a outras possíveis ações. Pergunta “Que posso fazer agora mesmo para potenciar minha sensação de bem-estar?” Empreende aquelas ações que alimentam teus sentimentos positivos, porque elas fortalecer-te-ão e mudarão teu estado de ânimo, até o ponto de poder pensar mais positivamente em tuas finanças. Sentindo-te melhor, poderás prestar mais atenção aos conselhos de teu interior e elaborar ideias novas e criativas.

Sei que só ocorrerão coisas boas e assim acontecerá.

A confiança — esperar o melhor, crer em tua capacidade de criar o que desejas e saber que o mereces– se pode demonstrar de muitas maneiras. Demonstra-se crendo em algo inclusive quando o mundo exterior parece refletir o contrário. Demonstra-se falando de tua abundância inclusive antes de poder apreciá-la em tua vida.

Não basta ter fé e ficar inativo. Demonstra tua confiança escutando aos conselhos de teu interior e atuando em consequência. Já que vives em um mundo de formas e matérias, a ação é o laço físico com o que desejas. Podes desenvolver tua confiança pondo tuas ideias em ação, recebendo suas respostas e observando os resultados. A cada vez que te sentes com vontades de correr um risco, aumentas tua capacidade de confiar e crer em ti mesmo. Há certa diferença entre a confiança e a esperança. A confiança é a fé e a certeza na realização de teu desejo; a esperança é o desejo de ter algo sem realmente crer em poder o ter.

Atua como se tivesses o dinheiro que precisas. Quantas vezes tens adiado a compra de algo que desejavas, pensando que não tinhas dinheiro para isso, só para descobrir no momento do comprar que podê-lo-ias ter feito desde o princípio? Se há algo que queres, o procura, visualiza e entra em ação. Com frequência verás que faz falta menos dinheiro do que tu pensavas, que um amigo te pode dar algo usado ou que o consegues de modo inesperado. Entra em ação para demonstrar ao universo que tens a intenção de conseguir o que desejas. Pode ser que esta ação não te contribua diretamente com objeto ou o dinheiro desejado, mas teu esforço será um sinal para que o universo comece a te aproximar dele.

Suponhamos que queres uma casa nova mas que creias não ter dinheiro suficiente para ela. Em vez de desistir, atua como se o dinheiro estivesse em teu poder. Começa imaginando tua casa ou apartamento ideal. Visita casas à venda, como se as pudesses comprar. Visualiza a casa perfeita uma e outra vez. Ainda que não tenhas o dinheiro ao princípio, tua intenção de conseguir a casa nova mudará as circunstâncias que possam ser mudadas. A transmissão de tua intenção ao universo te fará magnético a pessoas e acontecimentos. Atrairás para ti oportunidades que não teriam se apresentado se tua intenção não fosse clara e não atuasses para o conseguir.

Tinha uma mulher que procurava um apartamento em uma grande cidade. Disseram-lhe que era impossível encontrar nada por menos de 50.000 reais ao mês, ainda que fosse um estúdio. Ela só dispunha de 25.000 e queria um apartamento com um dormitório, perto de seu escritório no centro e com um pequeno lavabo ou varanda para seu gato, sendo que na maioria dos edifícios nem sequer aceitavam animais domésticos. Não fez caso a seus amigos, que a olhavam incrédulos. Tinha só duas semanas para encontrar seu apartamento e começou a criar em sua mente uma clara imagem do que queria. Dizia-se a si mesma que ser-lhe-ia fácil e começou a visualizar o apartamento e magnetizá-lo.

Um dia, sentiu a necessidade de dar um passeio e encontrou-se com uma mulher sentada na escada de um pequeno edifício. Por alguma estranha razão, sentiu a necessidade de dizer à mulher que estava a procurar um apartamento. Resultou que essa mulher era a proprietária e que tinha um apartamento que respondia à descrição. A dona não precisava o dinheiro dos alugueres e já que não tinha gostado os inquilinos anteriores, tinha decidido a não alugar o apartamento mais até encontrar a pessoa adequada (tinha estado vazio durante dois anos). Entenderam-se bem e a mulher aceitou que se mudasse sem lhe pedir sequer a fiança e um aluguel por adiantado. Pôde mudar-se com seu gato, pagava exatamente 25.000 reais ao mês e podia ir a seu trabalho andando.

A confiança é o laço entre o mundo mental e o físico. Proporciona continuidade entre o momento de concepção de uma ideia e o de sua manifestação. Dá-te conta de que teus sonhos são já reais no plano mental,  só esperam o momento adequado para aparecer em tua realidade física. Confia que teu eu superior trá-te-á as coisas adequadas no momento apropriado.

Confio em minha crescente capacidade de criar abundância.

Quando estás no bom caminho, o sabes: as portas abrem-se, pessoas aparecem, ocorrem coincidências. Quando não segues teu caminho e teus propósitos superiores, parecerá como se andasses entre brumas e nada sairá adiante. Quando segues teu caminho e deixas fluir tua energia, tua vida costuma decorrer fácil e satisfatoriamente. Isto não quer dizer que não encontrarás obstáculos. O segredo está em decidir se os obstáculos implicam a revisão de teu caminho ou a busca de outro, ou se estão ali para te ajudar a desenvolver as qualidades da paciência e a perseverança. Não há respostas fáceis. Saber quando insistir e quando encontrar outro curso de ação depende de tua experiência e a clareza de tua consciência.

Um modo de saber se os obstáculos fazem parte de tua evolução ou avisam-te de que tens de procurar outro caminho, é estudando o que queres conseguir. Se teus objetivos são-te prazenteiros ou experimentas uma sensação de alegria atravessando os obstáculos, sabendo que assim te acercas a tua meta, seria apropriado seguir adiante. Algumas pessoas sentem-se estimuladas pelos obstáculos porque sua superação aumenta a sensação do sucesso quando conseguem o que querem.

Se segues centrando-te no que desejas e atuas do modo apropriado, os obstáculos começarão a desaparecer. Se sua superação faz-se sentir como uma grande luta, é provável que se te diga que existe uma maneira melhor de conseguir teus objetivos. Normalmente, as circunstâncias que percebes como barreiras te levam a uma direção diferente, a um caminho melhor para prosseguir. Os obstáculos podem também existir para te proteger, te impedir que atues prematuramente ou atrair tua atenção para algo ignorado. Também te brindam com a oportunidade de tratar todos os temas necessários antes de dar o passo seguinte.

Uma mulher queria encontrar um apartamento novo, porque sua vizinha de cima fazia demasiado ruído. Procurou durante três semanas sem resultado. Não deixou de afirmar que seu lar perfeito já se encontrava em sua vida. Não deixou de enfrentar os obstáculos, ainda que estes pareciam lhe indicar que um curso de ação diferente seria melhor. Várias semanas depois, sua vizinha mudou-se inesperadamente e outra ocupou o andar de acima, uma mulher muito silenciosa. Nem sequer fez falta que mudasse de andar. Deu-se conta de que todas suas tentativas de encontrar um apartamento novo tinham sido bloqueados e que sua determinação de atravessar os obstáculos só lhe mantinha em um estado combativo. Também se deu conta de que estava muito contente com seu lar de sempre e que, exceto pelo ruído, não tinha razões porque se mudar.

Extraído de “Como criar dinheiro”,  por Sanaya Roman e Duane Packer. p.50

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s