Seth fala sobre: A Natureza da Realidade Pessoal (parte 6)

Seus pensamentos e crenças, tendo o mesmo tipo de realidade interna, também transformam os ambientes interiores de outros. Um evento físico foi inicialmente um evento mental. Ele existia nesta realidade atemporal e então depois, em seus termos, foi materializado fisicamente, percebido e ativado. Foi impulsionado a partir da realidade interna e da realidade externa por meio da emoção, das crenças e da imaginação.

Idéias representam sua intenção psíquica. Elas geram emoção e imaginação que então ativam padrões interiores e são a força motriz da ação, o meio pelo qual todos os eventos internos são exteriorizados. São a energia formada e dirigida, são as formulações de padrões interiores e exteriores da realidade. Elas são uma parte da força criadora da qual todas as realidades emergem. … A imaginação e a emoção são as formas mais concentradas de energia que você possui como criatura física. Qualquer emoção forte carrega dentro si muito mais energia do que a necessária para enviar um foguete para a Lua.

Emoções, em vez de impulsionar um foguete físico … enviam os pensamentos dessa realidade interior através da barreira entre o não-físico e físico em direção ao mundo objetivo amplamente, sendo esse processo constantemente repetido.

Essas estruturas invisíveis precederam o surgimento do corpo físico e também existirão após a morte do corpo. Enquanto a condição do corpo é dirigida pela mente consciente durante a vida, a idéia ou padrão mental para o corpo existia antes da conexão da mente consciente com o cérebro físico.

O quadro geral, as propriedades e características do corpo existem, portanto, antes de sua formação … A mente consciente dirige o chamado sistema involuntário do corpo, e não o contrário. Nenhuma ideia passa insidiosamente para a sua consciência de forma a afetar o seu sistema involuntário, a menos que se encaixe em suas próprias crenças conscientes. … você não vai ficar doente se  pensar que está bem, mas poderão haver outras ideias que lhe farão acreditar na necessidade de uma saúde fraca. … funções involuntárias perfeitamente espelham  suas idéias e crenças conscientes.

A mente consciente não é  um evento qualquer, mas representa várias partes do eu interior que  jaz à “superfície” a qualquer tempo [como o “ego”].

A forma é um espelho de crenças e vai precisamente materializar em carne essas idéias mantidas pela mente consciente. Essa é uma das principais funções do corpo. Um corpo doente está executando essa função, então, à sua maneira, bem como um corpo saudável. É o seu sistema de feedback mais íntimo, que se altera com seus pensamentos e experiências e expressa na carne a contrapartida física de seu pensamento. Então é inútil ficar com raiva de um sintoma quando ele está se apresentando a você como a réplica corpórea de seu próprio pensamento, tal como foi concebido para fazer.

Seu ambiente e sua experiência no mundo físico também fornece o mesmo tipo de feedback. É tão inútil repreender o ambiente ou a sua experiência por isso como ridicularizar o seu corpo, pelas mesmas razões.

Você está, na existência física, usando seu corpo como um meio de aprendizagem e de expressão … depois vamos discutir outras formas de existência em que você também estará envolvido, e estes, de algum modo, trazem cor às suas intenções e propósitos na vida física como você agora pode entender.

Se todas as suas crenças, não apenas a suas preferidas, não se materializassem, você nunca iria entender perfeitamente em um nível físico que suas idéias criam a realidade. Se apenas as crenças postivas se materializassem,  você nunca iria compreender claramente o poder de seu pensamento, pois não teria a experiência completa de seus resultados físicos.

Antes do nascimento físico você se sintoniza em uma dimensão mais específica da realidade. Você forma uma estrutura física que terá existência dentro dessa área intensamente concentrada, que terá vida dentro desses “freqüências”. … as outras partes podem ser chamadas de eu interior. Agora, todo o  eu interior não pode ser expresso, mesmo em conexão com o cérebro, se este  não peneirar  a percepção através do aparato físico … Portanto, ocorre uma divisão aparente (p. 118), em que uma parte invisível da mente consciente está conectada com o cérebro físico, e uma parte dela está livre da conexão. Isso faz parte daquilo que você concebe como sendo o sistema involuntário do corpo … Há constante interação e comunicação entre as áreas de consciência que estão conectados ao cérebro e aquelas que não estão. Os propósitos “mais profundo” da consciência  “circulam”, por vezes emergindo na consciência que está conectada ao cérebro. Informações provenientes das fontes mais profundas de si mesmo, atingindo as áreas ligadas ao cérebro, serão interpretados de acordo com as crenças do segmento mais fisicamente focado do Self. Até certo ponto, esses dados internos serão matizados pelas convicções da parte do self que estiver mais em confronto direto com o mundo físico. Essas crenças, no entanto, estão constantemente a ser analisadas pelo eu interior.

Tradução minha, Flavia Criss em Jan/2011.

Fonte: http://sethquotes.paradisenow.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s