Capítulo III – CONHECIMENTO É RIQUEZA

A maior descoberta que se pode fazer é adquirir consciência de que existem em seu íntimo poder e sabedoria infinitos, que lhe dão condições para superar todos os problemas, vencer todos os obstáculos e conduzir todas as tarefas da vida.

Você nasceu para conquistar e está dotado de todas as tarefas da vida. Você nasceu para conquistar e está dotado de todos os atributos, qualidades e requisitos para ser o dono do seu próprio destino e senhor da sua alma.

Se você não tem consciência de seus poderes espirituais, será governado e controlado pelos eventos e condições prevalentes no mundo; há uma tendência em você de se depreciar e geralmente de se auto-estimar aquém das suas possibilidades. Em outras palavras, a falta de conhecimento leva-o a exagerar o valor das circunstâncias e a deixar de perceber o seu tremendo potencial interior, que pode soerguê-lo e colocá-lo no caminho elevado da felicidade, da saúde, da liberdade e da alegria de viver.

CONHECIMENTO E RIQUEZA

Por ocasião de uma visita ao famoso templo de Delphi, nas proximidades de Atenas, na Grécia, em agosto de 1965, estabeleci conversação com a minha guia. Ela era fluente em inglês, francês e alemão e seu conhecimento dessas línguas interessou de tal forma uma das turistas do nosso grupo que ela lhe ofereceu emprego como acompanhante, durante sua viagem pela França e Alemanha, e também como governanta de seus três filhos em Nova York. O salário da moça seria de 400 dólares mensais, além de casa e comida; naquela ocasião, seu salário era de apenas 100 dracmas por dia (um pouco mais do que 3 dólares). Confidenciou-me a guia que tal oportunidade era como a concretização de um sonho, pois
há muitos anos desejava ir para os Estados Unidos.

O mais interessante sobre essa moça é que ela se havia acostumado a rezar fervorosamente, pedindo à Santa Virgem
diariamente que a ajudasse a ganhar mais dinheiro e a conseguir uma viagem para a América; indubitavelmente, sua fé ou crença cega havia conseguido sensibilizar seu subconsciente, provocando essa extraordinária reação. Paracelso dizia: “Não importa que o objeto da sua fé seja falso ou verdadeiro, os resultados serão os mesmos”.

VISÃO E RIQUEZA

Certa vez fiz uma viagem à Inglaterra, Alemanha, Irlanda e Grécia a fim de realizar uma série de preleções; a programação incluía alguns dias de férias em cada país visitado.

Em Cork, na Irlanda, fui convidado para jantar em casa de um jovem vendedor de vinhos e sua encantadora mulher. Não tinha mais de vinte e quatro anos e contou-me que tivera uma visão de que seria o mais destacado vendedor de vinhos de sua firma, o que recentemente viera a se confirmar. Ele fora convidado a comparecer à sede da companhia, em Dublin, e ali, em cerimônia formal, havia sido presenteado com um relógio de ouro e distinguido com considerável aumento salarial, por ter sido, durante três anos consecutivos, o primeiro dos vendedores em volume de vendas.
Todas as noites, antes de dormir, esse jovem declarava com convicção: “Sou o vendedor mais destacado e estou sendo
magnanimamente recompensado”. A seguir, via-se em imaginação sendo cumprimentado pela esposa e caía em sono profundo.

Esse jovem vendedor é um ávido leitor do meu livro “O Poder do Subconsciente”, que transformou completamente a sua vida; é meu parente, e não tinha qualquer idéia de competição com ninguém. Apenas lhe aconteceu ter sensibilizado a sua mente com a idéia de vir a ser “o vendedor mais destacado” e o seu subconsciente – que é sempre responsivo – reagira de um de seus modos peculiares e extraordinários. Os caminhos da Fonte fogem à nossa compreensão.

CONHECIMENTO E OPORTUNIDADE

Durante minha visita ao Templo de Apolo, na Grécia, chamou-me a atenção uma jovem grega com um livro embaixo do
braço, que me pareceu familiar. Olhando-o mais de perto, verifiquei, para minha surpresa, que era “O Milagre da Dinâmica Mental”. Apresentei-me imediatamente e a jovem passou a bombardear-me com uma grande variedade de perguntas interessantes.
Seu principal problema residia no fato de querer ir para os Estados Unidos; entretanto, na Embaixada Americana, em Atenas, fora informada de que levaria anos até que pudesse imigrar, pois a lista de pretendentes era muito grande. Disse-me ela: “Já usei todas as técnicas que o senhor recomenda neste livro e todas as minhas orações têm sido atendidas, a não ser especificamente a obtenção de visto de imigrante para os Estados Unidos”.
Ela vinha regular, sistemática e convictamente afirmando: “Inteligência Infinita, mostre-me o caminho para imigrar para os Estados Unidos. Quando o homem diz que não há solução, Deus o contraria afirmando que há e eu acredito em Sua palavra”.
Em vista disso, escrevi uma carta para uma advogada extraordinariamente brilhante em Nova York, que era uma
estudiosa da Ciência da Mente e velha amiga minha, dizendo-lhe que essa jovem grega possuía uma irmã com negócio estabelecido naquela cidade, há muitos anos, que estava muito doente e necessitava da presença da sua irmã da Grécia, para cuidar dela e do próprio negócio. A advogada agiu quase imediatamente e escreveu àquela jovem estudante de “O Milagre da Dinâmica Mental”, informando-a sobre as providências legais a tomar para assegurar sua entrada nos Estados Unidos.

Quando redigia especificamente este capítulo, recebi uma carta da jovem de Atenas, dizendo o seguinte: “Nosso encontro não foi acidental. Ao vê-lo em seus trajes clericais e ao ouvi-lo falar, sabia que o senhor era um ministro americano; sabia também que o senhor falaria comigo e que, de uma forma ou de outra, teria a resposta que eu aguardava”.

Fui simplesmente o veículo através do qual a sabedoria infinita do subconsciente da jovem respondeu ao seu desejo
constante e persistente. Ela nunca vacilara ou pusera em dúvida que o seu dilema seria resolvido; sabia simplesmente que haveria uma resposta às suas preces e sua persistência, determinação e obstinação pagaram dividendos.

A primeira etapa da resposta às suas orações verificou-se quando uma aeromoça a presenteou com um exemplar de “O
Milagre da Dinâmica Metal”, dizendo-lhe: “Este livro a ajudará a melhorar consideravelmente o seu inglês e, se o utilizar, não demorará em ir para a América”.

Os caminhos do subconsciente são, por vezes, intrincados, fascinantes, encantadores e maravilhosos. Você começa então a verificar que as maravilhas nunca cessam e que “A Fonte nunca falha”.

1001 Maneiras de Enriquecer, p. 27.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s