Apontando o dedo

Nós não estamos apontando o dedo para ninguém, pois não há culpa ou julgamento a ser feito no lugar de onde nos posicionamos. Mas temos que lhes dizer que somos todos parte de tudo o que ocorre.

— Abraham

Trecho do workshop de Los Angeles, CA , Domingo, 31 de Janeiro de 1999 #281. Tradução minha (Flávia Criss), 2009.

Foto: Purpleslog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s