EXERCÍCIO: Aprenda a relaxar-te, concentrar-te e visualizar

Meus sonhos fazem-se realidade.

A visualização é o emprego da imaginação para ver o desejado de antemão.

Quanto mais reais forem os pensamentos ampliados e ilimitados, mais fácil será tua criação. Tua imaginação é tua ferramenta criadora de energia mais poderosa. Quando a utilizares, a única regra é ser o mais criativo possível. A habilidade para visualizar  é utilizada em todo momento. Antes de criar qualquer coisa, fazem-se imagens mentais. Ao fazer de conta que esta coisa já se tem, começas a harmonizar com ela e encher tua realidade presente com a sensação de sua posse. Esta sensação começa a atraí-la para ti.

Não te preocupes se não podes criar uma imagem mental do objeto pensado porque não são todas as pessoas que vêem imagens mentais quando  imaginam algo. Algumas pessoas sentem-no ou têm sensações disso e outras, simplesmente, pensam nisso. Outras criam imagens de clareza e cor variáveis. Não é necessário ver as imagens mentais com clareza para poder criar o desejado. A maioria de nós descobre que a visualização é a cada vez mais fácil na medida em que se pratica.

A concentração consiste no enfoque constante de um pensamento ou imagem na mente, sem pensar em outras coisas. A concentração constante no desejado durante vários minutos a cada vez acelera o processo de sua atração para ti. O exercício seguinte ajudar-te-á a relaxar-te, concentrar-te e visualizar. É a preparação básica para o emprego da energia e do magnetismo apresentado no Capítulo 4.

Preparação:

Elege um momento no qual ninguém molestar-te-á durante, ao menos, quinze minutos. Cria um ambiente agradável e relaxante a teu ao redor. Talvez ajude-te uma música tranquila e apaziguadora. Tem perto um de teus pequenos objetos favoritos, algo que possas ter na mão, como uma jóia ou um cristal.

Passos:

1. Encontra uma posição cômoda, sentando em uma cadeira ou ao solo, à que possas manter facilmente durante dez ou quinze minutos. Tuas costas devem estar retas, se  possível, para permitir o bom fluxo da energia ao longo de teu corpo. Fecha os olhos e começa a respirar tranquila e lentamente, inalando umas vinte vezes pelo tórax, lenta e ritmicamente.

2. Relaxa teu corpo. Sente como te serenas, te acalmas e te tranquilizas. Deixa tua imaginação viajar por teu corpo, relaxando todas suas partes. Relaxa mentalmente teus pés, panturrilhas, músculos, estômago, tórax, braços, mãos, ombros, pescoço, cabeça e rosto. Deixa a mandíbula ligeiramente solta e relaxa os músculos que rodeiam os olhos. Sente como te tranquilizas ainda mais. Pensa em um momento que sentiste uma grande paz interior e incorpora outra vez aquela sensação.

3. Com os olhos fechados, pensa em um dos cômodos de tua casa. Como pensas nele? Vê-lo como se estivesse em uma tela de cinema ou te sentes em seu interior, olhando-o como se estivesses ali? Podes sentir o cômodo ao redor? É colorido? Podes recriar a disposição dos móveis? Podes imaginar-te caminhando nele? Recorda uma imagem ou uma sensação do cômodo e mantenha-o vivo durante aproximadamente um minuto, deixando-o desvanecer-se depois.

4. Abre os olhos. Apanha o objeto escolhido com anterioridade. Olha-o de perto, notando sua cor, forma, peso, textura e todos os detalhes que possas. Depois de alguns minutos deixa o objeto, põe as mãos na mesma posição que tinham quando o sustentavas e fecha os olhos. Recreia a imagem do objeto em tua mente, com todos os detalhes possíveis. Com os olhos fechados podes imaginar sua cor, forma, peso, textura, etc. e como o sentias em tua mão?

5. Agora, pensa em um pequeno objeto que desejas ter mas que ainda não tens. Para este exercício, usa algo que já tenhas visto. Com os olhos fechados, imagina o objeto com o maior detalhe possível. Como seria seu textura? Que forma e cor teria?

6. Agora, pratica a ampliação de tua imaginação, tomando o objeto que acabas de visualizar e imaginando outro, ainda melhor. Como te sentes quando imaginas ter algo que é inclusive melhor do que te crias capaz de ter? Naturalmente, se o objeto visualizado em primeiro lugar é o que desejas, não tens porqué pedir algo melhor. No entanto, seria bom praticar a ampliação de tua imaginação.

7. Pensa no objeto que desejas incorporar em tua vida. Concentra tua mente. Durante um ou dois minutos, pensa exclusivamente em isso e em nada mais. Se surgem pensamentos indesejados imagina-te, singelamente, que os   encerras em uma borbulha e os deixas afastar no ar.

8. Quando estejas tranquilo, relaxado e pronto para voltar, desvia tua atenção lentamente para o cômodo. Saboreie e desfrute de teu estado de calma e paz. Olha o mundo que te rodeia desde esta perspectiva mais clara e brilhante.

Avaliação:

Se sentes-te mais tranquilo, relaxado ou equilibrado, conseguistes o estado de consciência necessário para magnetizar. Quanto mais tranquilo e concentrado e quanto mais elevados teus pensamentos, melhores serão os resultados quando, no Capitulo 4, magnetizares o que desejas. Se não te sentes relaxado e concentrado, repete este exercício de meditação ou outros até que o consigas.

Observa tua maneira de visualizar. Sentes as coisas ou vê-las? Estão em cor? São claras ou não?

Segue praticando até experimentar uma imagem ou sensação interior do que desejas. Se estás satisfeito com tua capacidade de visualización e tens podido concentrar em teu desejo durante vários minutos, passa ao seguinte capítulo. Se não pudeste te concentrar no desejado durante vários minutos, experimenta com tua concentração várias vezes mais antes de seguir lendo.

“Como criar dinheiro”,  por Sanaya Roman e Duane Packer. p. 11

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s