O Sujeito da Criação

Quando vocês colocam as metas para adquirir uma casa nova, um corpo mais magro e em forma ou um trabalho novo e conseguem realizar o que estabeleceram como objetivo, o que acontece, na verdade, é um grande mal entendido, pois vocês pensam que a casa nova, o corpo novo ou o emprego novo é que foram o sujeito da sua criação, quando o tempo todo o verdadeiro sujeito da sua criação foi o seu Bem-Estar.

Nessa experiência física, vocês fazem uso do formato de casas, corpos e empregos para facilitarem o seu Bem-Estar, mas nenhum desses artefatos físicos são o sujeito da sua criação.

VOCÊ é o sujeito da sua criação. O seu estado emocional e a forma como se sente são os sujeitos da sua criação.

Se vocês procurarem observar a forma como se sentem, conseguirão entender mais claramente como estão agindo na criação de si próprios.

E se vocês deliberadamente identificarem qual a forma que gostam de ser e de sentir, tornar-se-ão mais efetivos em realizar tudo aquilo que vocês vieram conseguir através desse corpo.

~ Abraham.

Tradução minha, Flavia Criss em Fev/2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s