Possuo uma riqueza de aptidões e talentos valiosos

Tu tens muitas aptidões e talentos e uma surpreendente riqueza de experiências e conhecimentos. Podes identificar alguns deles recordando todas as escolas, oficinas ou aulas que assististe. Olha os livros que leste, as fitas que ouviste, os programas educativos que viste na televisão. Na hora de valorizar tuas capacidades, recorda todos os trabalhos que tens desempenhado, inclusive os voluntários como ajudar no colégio de teus filhos ou em tua igreja, e todas as atividades realizadas após o colégio ou durante o verão.

Gostas de organizar e dirigir tua casa, trabalhar em um comitê, reunir fundos ou coordenar um grupo de pessoas e organizar seu tempo? Examina tuas aficções. Pertences a um clube de bridge ou desportivo? Gostas de teatro, ópera, ballet ou de orquestra sinfônica? Interessam-te as artes e ofícios? Passas bem construindo coisas, escrevendo poemas ou contando histórias? Tens um fundo de recursos rico e variado, provavelmente mais do que nunca acreditaste.

Quando tiveres examinado as aptidões que te apetece utilizar, examina teus sonhos. Quantos mais detalhes e clareza possas contribuir a teus sonhos, mais capaz serás de atrair o que desejas. Analisando teus sonhos de uma vida ideal, das coisas pelas que te sentes atraído e do ambiente e tipo de pessoas com os que queres te rodear, estás a identificar os elementos da obra de tua vida. Teus sonhos atuam como modelo mental –como os planos de um arquiteto– que ajudam a aflorar teu eu superior e te aproximar de teu caminho.

Agora já tenho uma vida ideal

Pode ser que tuas fantasias do que seria tua vida ideal pareçam pouco práticas ou proveitosas. Talvez pareçam exageradas e longínquas e tu não vês o modo de as fazer realidade. Pensarás que faz falta muito dinheiro para as levar a termo. Acharás que deves trabalhar em algo que não gostas enquanto reúnes o dinheiro para uma mudança eventual. Algumas pessoas dizem “Farei este trabalho até que tenha dinheiro para fazer o que gosto”. Normalmente, nunca ganham o dinheiro que crêem necessário e passam a vida com trabalhos que não lhes satisfazem.

Ocupa-te diretamente no que queres. Sentir-te-ás muito melhor fazendo o que gostas e também disto contribuir-te-á dinheiro, normalmente em quantidades muito maiores. Se queres viajar pelo mundo, começa com um emprego em uma agência de viagens ou uma companhia aérea. Sentir-te-ás mais vivo e realizado e magnetizarás mais abundância. Qual é teu sonho? Tenta contatar com isso por um momento.

Em que ambiente desejas trabalhar? Talvez imaginas-te ao ar livre, entre a natureza e os animais. Ou em um espaço fechado, entre gente e máquinas. Decide em que parte do país queres trabalhar e se sentir-te-ás melhor na cidade ou em um meio rural. Queres trabalhar em um escritório, conduzir um caminhão, empregar na construção, dirigir um barco, fazer parte da tripulação de um avião ou ir mudando de meio? Que aspecto teria teu meio trabalhista? Pensa com que tipo de pessoas queres te relacionar e como desejas que sejam estas relações. Serás o chefe, o colega ou o empregado? Pode-te interessar estar com gente jovem ou gente mais velha, pessoas de tua idade, muitas pessoas, poucas pessoas ou trabalhar sozinho.

Tens sonhado com trabalhar no campo da medicina, da dietética, dos desportos, da política, da ciência ou da educação? Teus sonhos dão-te pistas a respeito de onde procurar a obra de tua vida. Presta atenção aos assuntos que te preocupam, seja a paz no planeta, os direitos dos animais, os temas ambientais, as pessoas sem lar, os assuntos exteriores, a exploração espacial, etc. Podes introduzir em teu trabalho a mesma estimulação física, mental e emocional. Gostarias de um emprego com atividade física? Gostas das jornadas movimentadas e movidas ou os ritmos tranquilos e sossegados? Sejas claro e específico com o que desejas, porque o vais conseguir.

Uma mulher viu em uma revista a foto do que seria seu escritório ideal, até as plantas, as paredes com cores e a rara máquina de escrever de cor azul. Pôs a foto na parede e começou a visualizar um meio de trabalho igual ao da revista. Vários anos depois, deixou seu emprego e foi a uma entrevista de trabalho. Para sua grande surpresa, foi introduzida em um escritório exatamente igual à de sua fotografia, exceto pela máquina de escrever, que era amarela. Deram-lhe o trabalho e assim que ocupou sua mesa disseram-lhe que tinham encarregado uma nova máquina de escrever para ela — uma azul. Desafortunadamente, tinha-se esquecido visualizar o tipo de pessoas com as que desejava trabalhar, seu nível de responsabilidade, suas oportunidades de ascensão e muitos detalhes mais. Abandonou aquele emprego ao cabo de poucos meses, porque não satisfazia suas necessidades mais profundas.

Sou o que gosto de fazer e o faço

Sejas claro a respeito da situação que gostarias de ter no escritório. Alguns se sentem melhor trabalhando para uma empresa e recebendo um salário regular ou comissões e outros preferem ter seu próprio negócio. Pode-se optar por uma companhia grande ou uma pequena. Podes conseguir o que preferires; tudo o que tens que fazer é decidir o que será.

Se já tens certa experiência de trabalho, pensa se te apetece mais trabalhar entre colegas, fazendo parte de uma equipa ou sozinho. Alguns preferem compartilhar os riscos e outros tomar todas as decisões importantes sem ajuda. Decide se desejas trabalhar para um empregador ou contratar teu trabalho para vários.

Que rendimentos mensais gostarias de ter? Que nível de responsabilidade te interessa? Pode te apetecer trabalhar para uma grande organização que te confie a cada vez maiores responsabilidades. Pensa no nível de segurança que desejas em um emprego, o status e as oportunidades de ascensão. Se queres o reconhecimento dos demais, inclui isso em teu sonho. Se queres muita liberdade e autonomia, pede-o também. Pergunta-te se serias feliz com um trabalho estruturado e bem definido ou se preferes mudanças e variedade constante.

Permito-me pensar e sonhar sem limites

Como ocuparias teus dias se pudesses fazer o que quisesses? Como seria um período de vários meses em tua vida ideal? Dedicarias três ou quatro dias a uma atividade fazendo outras coisas o resto da semana? Ocupar-te-ias em vários projetos ou centrar-te-ias em um único? Trabalharias intensamente durante um mês, deixando o mês seguinte livre? Use teu tempo para sonhar acordado e fantasiar com tua vida ideal.

Não ponhas restrições a teus sonhos. Se surpreenderes te dizendo “Isto seria ótimo, mas é demais para se pedir”, pare. Peça-o de qualquer jeito! É o momento de expandir teu pensamento sem limites. Não aches que deves criar teus sonhos instantaneamente; o primeiro passo para sua criação é a formação de suas imagens em tua mente. Teus pensamentos são reais. Na medida em que possas ser mais específico a respeito de teus desejos, teu eu superior empreenderá em seguida o caminho de sua realização. Não tens porquê saber quando e como será. Tudo o que tens de fazer é aclarar teus desejos e te atrever a pensar em grande estilo.

Um homem decidiu descobrir como seria seu sonho de um trabalho ideal. Escreveu tudo o que desejava de um emprego. Gostava de ler e escutar as notícias, de modo que decidiu que seu trabalho ideal permitir-lhe-ia estar em casa para ver a televisão e ler os jornais. Era um jogador nato e gostava dos jogos de cartas, como o bridge, de modo que pensou que seu trabalho ideal incluiria elementos de risco. Também lhe interessava a estatística,  que tinha de sobra na universidade. Queria trabalhar só, ter a capacidade de ganhar muito dinheiro e só empregar parte do dia nisso. Gostava de levantar cedo e ter as tardes livres para jogar a tênis e outros esportes. Não desejava ter empregados nem trabalhar por conta alheia. Ainda que não lhe parecesse possível encontrar um trabalho que cumprisse todos seus desejos, os anotou de todos os modos e decidiu deixar que seu eu superior se virasse com esse trabalho.

Pouco depois, conheceu um novo amigo que trabalhava com ouro e outros valores. Sentiu-se imediatamente fascinado e começou a dedicar todo seu tempo livre ao estudo deste mercado. Encantava-lhe registar os preços dos valores e cobriu suas paredes com gráficos onde figuravam as possíveis oscilações de preços. Passava horas estudando uma teoria que calculasse e predissesse os preços de valores seguindo uma evolução estatística em ciclos e ondas. Também se deu conta de que os boletins de notícias e os jornais faziam parte importante de sua investigação.

Suas predições do mercado de valores baseadas em seus gráficos fizeram-se tão exatas, que começou a ganhar dinheiro. O agente de carteira com o que negociava começou a pedir seus conselhos, que passava a outros clientes. Eventualmente, o agente perguntou-lhe se aceitaria atuar por conta de alguns deles, e ele aceitou. Pouco tempo depois, pôde deixar seu trabalho e dedicar-se plenamente ao mercado de valores. Isto lhe permitia trabalhar pelas manhãs e ter as tardes livres. Não lhe faziam falta empregados e podia trabalhar em casa. Estava encantado com o risco e esta atividade permitia-lhe utilizar seus conhecimentos de estatística.

Pede o que quiseres, por muito pouco prático ou exagerado que pareça. Teu eu superior pôr-se-á em ação para atrair teus desejos para ti. Permitindo-te sonhar, estás a criar uma nova realidade.

Extraído de “Como criar dinheiro”,  por Sanaya Roman e Duane Packer. p.59

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s