Segue os conselhos de teu interior

Aprende a escutar a teu interior. Quando tenhas elaborado tua energia e tenhas magnetizado o que desejas, os conselhos de teu interior conduzir-te-ão para isso da maneira mais rápida e singela. Quando escutas e obedeces estes conselhos, segues o fluxo natural da energia. É este fluxo fácil e sem esforço o que te leva para as coisas que  desejas. Os conselhos interiores provem de teu eu superior e te falam em forma de sensações, intuições e conhecimento íntimo. Os conselhos interiores trazem-te informação de fontes diferentes que podem ser detectadas com os sentidos físicos. Tranquilizando-te e escutando teus pensamentos e sentimentos, poderás explorar um espectro de informação bem mais amplo do que normalmente se crê.

Quando teus pensamentos a respeito do que desejas se projetam ao universo, teu eu superior registra os acontecimentos passados, presentes e futuros, revisa os contatos e situações que dever-se-ão criar para que possas ter o que solicitas, e encontra a melhor maneira de trazê-lo para ti. Começa a atrair determinadas pessoas, oportunidades e acontecimentos. Cria as oportunidades para que tu conheças a pessoas que poder-te-iam ajudar e que, a sua vez, ver-se-iam beneficiadas de teu conhecimento, já que o universo atua para o bem maior de todos. Teus sentimentos indicam-te as ações a empreender. Tua vontade de ser espontâneo, seguir teus impulsos e intuições, escutar a teus sentimentos mais potentes e atuar em consequência dels, levar-te-á para teus objetivos.

Confio em meus conselhos interiores e sigo-os

Teus conselhos interiores dirigem-te para teu bem superior. Uma das tarefas que se te propõem é aprender a distinguir entre estes conselhos e teus temores ou ilusões. Se um impulso parece-te alegre e deleitoso, é provável que prova de tua guia interior. Se os resultados desejados parecem demasiado bons para serem verdade ou se suspeitas que se trata de ilusões, então não é provável que se trate de teu guia interior.

Honra tuas sensações e dedica tempo ao discernimento de seus detalhes. Pergunta-te “É este meu verdadeiro guia interior? É algo bom e apropriado ou são só ilusões?”‘

Já que tua alma fala-te por meio de teus sentimentos e pensamentos, quanto mais escute-os mais fácil ser-te-á ouvir e desenvolver os conselhos de teu interior. Se teus pensamentos ou sentimentos parecem pouco usuais dadas as circunstâncias, presta-lhes atenção. Desenvolverás teu guia interior atuando segundo suas mensagens e recebendo sua resposta.

Por exemplo, enquanto preparas-te para ir às compras, poder-te-ia ocorrer que deves ligar para a loja para ver se está aberta. Normalmente não tens este pensamento ou pressentimento, simplesmente sais a comprar. Neste caso ligas e te inteiras de que a loja está fechada para reformas. Na medida em que adquires o costume de prestar atenção a teus sentimentos e pensamentos e atuar em consequência, ser-te-á mais fácil distinguir entre os que são conselhos interiores e os que não.

Para manifestar coisas com facilidade, inclusive antes de saber que as precisas, segue teus sentimentos e as mensagens de teu interior. Começa por coisas pequenas, dizendo “não” quando queres dizer “não” e “sim” quando queres dizer “sim”. Pergunta-te em todo momento “É isto o que realmente quero fazer? É esta a mais alegre e agradável atividade para mim ou me obrigo ao fazer porque penso que devo?” Confia em que teus sentimentos de alegria, prazer e autoestima te levam sempre para teu bem superior.

Existem vários tipos de conselhos interiores. Um deles consiste em uma sensação negativa ou inclusive de advertência em frente a um ato que pensas executar. Outro te oferece intuições sobre os caminhos ou direções que poderias eleger no futuro. E outro te ajuda a estar no lugar adequado no momento adequado, criando com as coincidências e a sincronicidade com aqueles acontecimentos que precisas para chegar a teu destino com a maior facilidade possível.O tipo de conselho interior que emite sinais de advertência costuma se manifestar através de tuas emoções e, normalmente, se experimenta como sensação de ansiedade ou uma desagradavel sensação no estômago.

Um homem que investia em ações disse que sempre  sabia quando fazia um mau investimento, porque se sentia mais tenso e ansioso que de costume. Podes desenvolver tua consciência deste tipo de conselhos aprendendo a reconhecer como te sentes normalmente e prestando atenção à ansiedade ou o nervosismo inusuais. Esse homem sabia qual era seu nível de tensão normal depois de fazer um investimento, de maneira que o notava quando a tensão era superior. Trata-se de aprender a diferença entre teus medos habituais e aquelas mensagens emocionais de teu interior que provenham de teu guia superior.

Extraído de “Como criar dinheiro”,  por Sanaya Roman e Duane Packer. p. 31

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s