Capítulo XIII – GRATIDÃO E RIQUEZA

“Apresentemo-nos diante Dele com ação de graças”. (Salmos 95:2).
Todo o processo de riquezas mentais, espirituais e materiais pode ser sintetizado em um única palavra – gratidão. Um pensamento de gratidão por qualquer bem recebido é em si
mesmo uma prece partida do coração, que traz em si próprio uma bênção. O homem dotado do sentimento de gratidão é um homem rico e feliz. Shakespeare já dizia: “Senhor, Tu que nos dás a vida, dá-nos também um coração repleto de gratidão”.

Henry Thoreau, um dos maiores filósofos da América, assim se pronunciou: “Devemos agradecer por termos nascido”.
Considere, somente por um instante, que não tivesse nascido; não teria, conseqüentemente, jamais assistido a um belo nascer do sol, a um maravilhoso poente e tampouco visto os olhos adoráveis do seu filho e o olhar de submissão e de adoração do seu cachorro. Jamais teria apreciado as belezas da natureza ou as estrelas do céu, alimentos diários de nossa alma. Não teria também admirado as montanhas nevadas cintilando como diamantes sob a luz do sol, sentindo o contato afetuoso dos seus entes queridos, percebido as riquezas existentes à sua volta e respirado a doce fragrância das
flores ou do mato cortado.
Seja agradecido e grato pela beleza da manhã, por ter olhos para ver as belezas de Deus, ouvidos para ouvir a música celeste e o canto dos pássaros, mãos para tocar as Suas melodias e voz para proferir palavras de conforto, de coragem e de amor.
Seja grato pela casa que possui, por seus entes queridos, seus parentes, sua profissão e seus companheiros de trabalho.
Repita com freqüência: “Rezo pela felicidade de todos os membros de minha família; agradeço e sou grato a Deus, cuja figura reverencio e exalto em minha mulher (marido) e em meus filhos; abençôo tudo que fazem assim como também tudo aquilo que dou,
por saber que há mais valor em dar de que em receber. Dou graças a Deus pelo meu trabalho e peço Sua bênção para os meus companheiros, meus fregueses e, enfim, para todas as pessoas. Meu negócio cresce, se expande, se multiplica e se amplia, proporcionando-me lucros mil vezes maiores”.

 A LEI DA GRATIDÃO

Inicialmente, faz-se necessário aceitar, de forma total e integral, a existência de uma Inteligência Infinita, da qual fluem todas as coisas; em segundo lugar, acreditar que essa Fonte se manifesta de acordo com a natureza dos seus pensamentos; e por último, admitir o seu relacionamento com essa Inteligência Infinita através de um profundo sentimento de gratidão interior.
Há uma lei da gratidão, com a qual é preciso harmonizar-se para ser bem sucedido. Essa lei, segundo a Bíblia, é a seguinte:
“Aproxime-se de Deus e Ele também se aproximará de você”.Esta lei traduz o princípio natural – cósmico e universal – da ação e da reação, que simplesmente significa, em linguagem mais específica, que tudo aquilo que sensibiliza o subconsciente vem
posteriormente a se manifestar. A atitude mental de gratidão decorrente do reconhecimento por tudo de bom que se recebe transforma-se em convicção no subconsciente, determinando a manifestação exterior da coisa desejada.

GRATIDÃO E RIQUEZA

Um osteopata falou-me certa vez sobre a sua pobreza como menino, a ponto de ter de se empregar como porteiro para poder pagar os seus estudos. Depois de formado, ao abrir seu primeiro consultório, uma semana inteira passou-se sem que aparecesse
um único paciente, o que o deixou amargurado e pessimista. No decorrer da segunda semana, a primeira paciente que lhe apareceu disse-lhe: “Estamos muito agradecidas por ter o Senhor se instalado aqui, pois necessitávamos muito dos seus serviços nestas
redondezas. Muitas de nós temos rezado para que o Senhor seja muito feliz por aqui”.E acrescentou: “Fico sempre agradecida por tudo que acontece; sei que muitas pessoas vivem na miséria e na pobreza por não cultivarem o sentimento da gratidão”.
Esse fato foi um marco de transformação da sua vida. As palavras da mulher calaram fundo em seu coração e ele deu graças a Deus pelo poder benéfico que fluía através dele para a sua paciente, à qual também agradeceu pela remuneração que lhe deu.
E quanto mais agradecido fixava sua mente na Fonte de todas as curas e de todas as boas coisas que possuía, mais ainda recebia.
Sua atitude de gratidão estabeleceu uma maior harmonia entre a sua mente e as forças criadoras do Universo, fazendo com que os pacientes fluíssem ao seu consultório. Em conseqüência, tornou-se rico em sabedoria, realizou curas milagrosas e ficou com uma
clínica muito prestigiada e rendosa.

1001 Maneiras de Enriquecer, p. 110

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s