O MILAGRE DO AGRADECIMENTO

Um homem disse-me o seguinte: “As contas estão se acumulando, não tenho dinheiro, estou indo à falência. Que devo fazer?” Sugeri-lhe que diariamente, durante dez ou quinze minutos, ficasse silenciosamente sentado e repetisse duas ou três vezes, com convicção: “Dou-lhe graças, senhor, pelas riquezas que possuo agora”; e que prosseguisse, de forma tranqüila e descontraída, a fazê-lo até que sua mente fosse dominada por um sentimento ou sensação de gratidão.

  Ele sabia que a imagem mental de riqueza era o primeiro estágio relacionado com o dinheiro e as riquezas de que necessitava: essa imagem era, realmente, o elemento de riqueza já liberado dos condicionamentos anteriores, de todos os tipos.
A repetição daquele agradecimento revigorava a sua mente e o seu coração até o nível de aceitação, afastando, sempre que necessário, os pensamentos negativos. Sabia que, enquanto mantivesse essa atitude de gratidão, estaria readaptando sua mente à idéia de riqueza, o que na verdade veio a acontecer.
Em uma reunião social, pouco tempo depois, encontrou-se com um antigo patrão que o convidou para exercer uma função executiva, adiantando-lhe também considerável importância em dinheiro, com a qual pagou todas as suas dívidas.
Assegurou-me ele que jamais se esqueceria dos maravilhosos resultados proporcionados pela frase: “Dou-lhe graças, Senhor”.
O VALOR DA GRATIDÃO

A gratidão o mantém em sintonia com o Ser Infinito e em relacionamento com a lei da criação. O valor da gratidão não consiste apenas no fato de atrair para você muitas benesses. E preciso lembrar-se que sem um coração agradecido a pessoa se
torna insatisfeita e aborrecida com as circunstâncias e condições presentes. Ao se fixar a atenção na pobreza, na carência, na solidão, na miséria, na maldade e nas dificuldades e problemas do mundo, a mente humana assume a forma de todas essas coisas, com base na lei de que aquilo a que se dá atenção também se experimenta.
Lembre-se de que, se permitir que sua mente se concentre na limitação e na carência, você só terá à sua volta a miséria e coisas inferiores. Fixe sua atenção nas coisas mais elevadas e melhores da vida para que as mesmas se manifestem em seu universo pessoal.
A lei da criação do seu subconsciente faz você à imagem e à semelhança daquilo que realmente deseja. Você é realmente aquilo que sinceramente deseja ser. O homem agradecido continua e invariavelmente deseja e aguarda as boas coisas da vida e essa
expectativa inevitavelmente adquire forma material.  É necessário e essencial adotar o hábito da gratidão por todas as boas coisas que se recebem; em outras palavras, agradeça sempre aquilo que lhe couber de bom.
Todas as pessoas contribuem para o seu bem-estar; você deve, portanto, incluir todas elas em suas orações de agradecimento. Este procedimento o colocará em comunicação subconsciente com a parte boa de todos os homens e de todas as
coisas, fazendo com que as riquezas da vida, a terra e todos os homens passem a gravitar automaticamente em sua direção.

VOCÊ APRECIA O QUE TEM DE BOM?

Alguns anos atrás, li uma notícia no jornal sobre um homem que ficara cego aos dois anos de idade, tendo desde logo perdido um dos olhos. Tempos mais tarde foi operado do outro olho e recuperou a visão; a primeira coisa que viu foi o rosto da sua mulher, que era para ele extremamente bonito, não podendo imaginar nada mais maravilhoso. Ele vivera com ela aproximadamente quarenta anos sem jamais ter visto seu rosto.
Você aprecia sua mulher (seu marido), sua família, seu patrão?
Você dá graças a Deus pelos seus olhos, pelo seu corpo, por todas as boas coisas e pela confiança e fé que tem Nele?

A RIQUEZA DO PERDÃO

No último Natal conversei com o homem que me confidenciou que não escrevia ou se comunicava com seus pais há cerca de vinte anos, pois tivera um desentendimento com eles, por achar que haviam dado mais bens – dinheiro e propriedades – a seu irmão do
que a ele, o que o deixara zangado e ressentido.

Seus dois assistentes na loja lhe haviam dito: “Como você sabe, todos os nossos empregados vão visitar seus pais no Natal; deve ser maravilhoso ter pais. Como gostaríamos também de ter essa oportunidade no Natal! Mas somos órfãos e jamais conhecemos os nossos pais. Deve ser maravilhoso ter pais”.
Esse fato o deixou profundamente sensibilizado e imediatamente sua zanga e sua hostilidade para com seus pais desapareceram; resolveu, então, ir visitá-los no Natal, levando-lhes muitos presentes, ficando todos muito felizes. Seus pais, em retribuição, presentearam-no com algumas ações, cujo valor excedia bastante a importância que julgara ter sido concedida a seu irmão em detrimento seu.
Perdoar é dar amor, paz e todas as benesses da vida aos outros: e na mesma medida em que se dá, se recebe. Está escrito:
“É melhor dar do que receber”.

1001 Maneiras de Enriquecer, p. 114

2 comentários sobre “O MILAGRE DO AGRADECIMENTO

  1. Nunca tive planos ou desejo de alguma meta alcançar. Nasci com essa gaveta vazia. Tudo sempre me pareceu ocasional e a vida um momento. Nem curiosidade, de fato, tenho pelo depois. Sinto que a desexistência humana seria o melhor para o Homem e para o mundo.

    1. Isso é porque a gente acha que todo mundo TEM que nascer com uma “missão” na vida. A grande coisa da vida é existir…simplesmente. Não precisamos perguntar nada, fazer nada demais, mas só viver, do jeito que a gente sabe e quer 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s