Atividades

Atividade 12 – Canais de representação 2
Lembre-se durante alguns segundos de:
a) Uma paisagem que lhe chamou a atenção.
b) Uma melodia que adora.
c) Quando recebeu um de seus carinhos preferidos.
d) Um sabor que lhe é muito prazeroso.
e) Um dos seus cheiros preferidos.
f) Algo que disse hoje para alguém.
Atividade 13 – Tempo
Nossos mapas podem estar associados a referências de tempo. Para verificar isto, lembre-se de uma cena passada em você se divertiu. Agora lembre-se de alguma cena semelhante que poderá ocorrer no futuro.
Quais   são   as   diferenças   entre   as   imagens?  A  localização   no   espaço   é   diferente?  A  luminosidade   é diferente? As molduras, se tiver, são diferentes? Uma é mais distante do que a outra?
Atividade 14 – Vendo um objetivo
Pense em algo que queira,  em qualquer  ponto do  futuro.  Como  representa  isto  internamente? Você vê imagens ou filmes? Um só ou vários? Você vê como já tendo conseguido? Há algum desdobramento ou encadeamento desse objetivo com algum outro? Verifique se você pode  interferir  nas  representações e mudar alguma coisa no conteúdo das imagens.
Atividade 15 – Contato com o mundo interior 2
Tome um banho no escuro completo ou de olhos fechados.
Atividade 16 – Leitura: Consciência situacional
Quem  já não  teve calafrios ao ver as acrobacias da Esquadrilha da Fumaça? Como será que eles conseguem coordenar suas ações tão precisamente, em um contexto de tanto perigo? Na verdade, os pilotos usam para isto uma habilidade que todos nós temos, embora talvez não tão treinada. Quer  ver? Abra bem os olhos:  você está consciente do que está  lendo agora.  Agora,  sem olhar, lembre-se de algo que esteja atrás de você. Isto também é uma forma de consciência, de algo que você não está percebendo diretamente. A consciência que temos do contexto imediato e das coisas que são importantes,  em um determinado momento,  é chamada pelos pilotos de  consciência situacional   (em
inglês,  situational  awareness).  Quanto mais o piloto tem noção de como está o ambiente à sua volta, maior é a sua consciência situacional.   Isto  inclui  a posição atual  e o curso da aeronave,  os recursos disponíveis e a evolução de fatos que podem afetar as coisas mais tarde (por exemplo, o curso de outro avião próximo).
Se você é motorista, sabe que é fundamental ter ciência de onde está,  para onde está  indo e como  irá chegar   lá.  Também avalia a evolução de fatos, como por exemplo o que farão (provavelmente) os pedestres e outros carros. Tudo isto e outras coisas fazem parte da consciência situacional  dos bons motoristas.  Diga você:  quem  terá mais consciência situacional,  uma pessoa que dirige com os olhos fixos à frente ou alguém que de vez em quando olha os retrovisores?
Já   em relação  uma   pessoa   que   está   agindo   de  maneira   “desastrada” podemos afirmar que está com a consciência situacional incompleta, isto é, ela não tem naquele momento noção completa do que há de relevante no contexto imediato.
Vale notar que a atenção da pessoa, para uma maior consciência situacional, deve estar no momento presente (lembra-se do artigo sobre “agorizar”, no número 4?). Dirigir pensando nas coisas agradáveis que acontecerão no destino diminui as chances de chegar lá!
Portanto, expandir a consciência situacional aumenta diretamente a segurança física e psicológica, a objetividade e competência em geral. Para resumir, expande a inteligência.

Retirado de Como Expandir Sua Inteligência. Apostila motivacional.p.12

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s